domingo, janeiro 24, 2016

NOVO LIVRO DO CAMILO
 
 
 
 
 

quarta-feira, abril 02, 2014

UM  LIVRO  HUMORÍSTICO
297 páginas. Formato 15x23

quarta-feira, dezembro 04, 2013

O GRANDE GOLPE - Livro do CAMILO

"UM" LIVRO HUMORÍSTICO
 
297 páginas  15 x 23

segunda-feira, outubro 21, 2013

COINCIDÊNCIAS... ou talvez não!!!

Numa altura em que a imprensa diária, destaca em primeiras páginas o "casamento" entre DIOGO INFANTE e o seu empresário... acho esquisito... as declarações de JOSÉ SÓCRATES a "disparar" em todas as direcções contra "ex" e actuais responsáveis do PSD.
Ressabiamento?
Raiva?
É possível.
Um gajo quando é "traído"... fica fodido!!!

terça-feira, abril 23, 2013

NAVIO "ANGOCHE" ASSALTADO HÁ 42 ANOS!!!



Apr 4, '11 7:46 AM
by Fernando for everyone

No dia 23 de Abril de 1971 - vai fazer 42 anos no fim deste mês - o navio "Angoche" foi assaltado em alto mar, na costa de Moçambique, quando ia em viagem para o Norte.

Os 22 tripulantes foram levados para a Tanzânia e assassinados em Nachingwea, uma base da Frelimo.

Supõe-se que o assalto tenha sido feito por meios navais soviéticos, talvez um submarino e foram encontradas manchas de sangue no navio, o que prova que foi usada violência contra os tripulantes.
O jornal "Notícias" de Lourenço Marques foi impedido pela Comissão de Censura de divulgar qualquer informação, o mesmo acontecendo com os jornais de Lisboa.
O jornal "Star" de Joanesburgo, que era vendido na esquina do "Continental", em Lourenço Marques, começou a referir-se ao assunto a partir da última semana desse mês de Abril de 1971. As informações eram poucas e as suposições eram muitas. "Diz-se", "fala-se", "supõe-se"...
O mesmo acontecia com a Rádio Brazaville e a Rádio RSA de Joanesburgo, que transmitiam em português. Ou com as emissões em inglês da BBC e da Voz da América. Todas escutadas por mim em Onda Curta.
Nunca ouvi a Rádio Moscovo e a "Voz da Frelimo" (através da Rádio Tanzânia) referirem-se ao assunto em Abril/Maio de 1971, apesar de eu as escutar todos os dias para o efeito.
Ainda hoje permanece o mistério sobre o que teria acontecido aos tripulantes e a um provável passageiro (chamava-se José António e era "patrão de rebocadores", comandando o leme do barco que fazia diariamente a travessia Lumbo / Ilha de Moçambique), que viajavam a bordo do navio "Angoche".

Só 3 dias depois, a 26 de Abril de 1971, o navio foi abordado pelas autoridades portuguesas, pelo que houve quem se interrogasse em Moçambique se não teria sido tempo demais para dar pela falta de um navio daquele tamanho e com uma carga daquela natureza.
Usou-se o clásico raciocínio do "Motivo, Meios e Oportunidade" para tentar peceber o que se tinha passado:

- Motivo e Oportunidade: a Frelimo e a União Soviética, porque o "Angoche" transportava material de guerra;
- Meios: apenas a União Soviética, porque a Frelimo não tinha meios navais para um assalto em alto-mar.
Por motivos óbvios estratégicos e porque um acto de pirataria contra um navio mercante civil não honra particularmente quem o pratica, a URSS nunca falou no assunto.

Três anos depois, com o golpe militar de 25 de Abril em Lisboa, desapareceu o relatório secreto sobre o assunto.

Assim se passaram 41 anos sem que a opinião pública tivesse tido o direito de saber o que se passou.

Haverá pessoas daquele tempo que sabem o que aconteceu ou que tiveram acesso ao relatório.

É tempo de quebrarem o silêncio!

sexta-feira, dezembro 07, 2012

«Quem se mete com o PS, leva!» Lembram-se?!!!

 
Medina Carreira foi alvo de buscas na sua casa e escritório, lideradas pelo juiz de instrução criminal, no âmbito do processo Monte Branco.
Trata-se da investigação à maior rede de sempre de branqueamento de capitais e fuga ao Fisco detectada em Portugal, que operava a partir da Suíça.
O fiscalista é suspeito de crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais.
 
Estaremos perante um "caso" de calar uma voz anti-sistema?!!!

domingo, dezembro 02, 2012

Equivalências...

Se... Relvas tivesse visto os últimos 2 jogos do SPORTING...
certamente que lhe dariam a equivalência de...
TREINADOR!!!

Salvação nacional?...

Queremos é ser salvos deste martírio...

Enquanto uns descem, outros sobem (diz a cantiga)...

-Quem mais dinheiro tem ganho com a crise?
(Responda quem souber)...

quarta-feira, novembro 28, 2012

Esta canalha destruiu o SPORTING:

E a MERDA começou  (e passou) por:


José Roquette;
Santana Lopes;
Dias da Cunha;
Filipe Soares Franco;
José Eduardo Bettencourt...

e culmina com os actuais atrasados mentais.

Vão-se embora!

PARA BEM DO SPORTING!!!

segunda-feira, outubro 15, 2012

Eleições nos Açores

PS.......48,9%... 31 mandatos;
PSD....32,9%... 20 mandatos;
CDS.... 5,6%....   3 mandatos
......
O que aconteceu à Berta Cabral (PSD), é um aviso:
O Povo-Unido já não vai em malabarismos...
Já não "come" fantochadas políticas...
Já não "engole" números de circo, tipo:
Berta Cabral-Marques Mendes- Marcelo.
Em suma: este sacana-de-merda-deste-povo...
JÁ ABRIU OS OLHOS!!!

quarta-feira, outubro 10, 2012

Cunha Rodrigues?!!!


O ex-PGR-Cunha Rodrigues, tomou posse como presidente da Instância do Controlo Financeiro da UEFA.
Vai presidir até 30 de Junho de 2015...
Terá como objectivo, regular o licenciamento e o "fair play" financeiro dos clubes!...
(pero que las hay, las hay)!!!

terça-feira, setembro 11, 2012

Anders Behring Breivik

Por muito que custe aos "campeões" dos Brandos-Costumes" cá da parvalheira...
tenho muita pena que não tenha passado por Lisboa -, Terreiro do Paço, São Bento e Belém.

terça-feira, agosto 21, 2012

Ainda há quem viva à "sombra" da fama dos... 5 violinos...

Por mais incrível que pareça...
a actual direcção do SPORTING está mais preocupada com o seu "Canal TV" do que  preparar o sector atacante da EQUIPA DE FUTEBOL...
Dá que pensar...

quinta-feira, julho 12, 2012

Na Lusófona...

- Sr. professor, dá licença?...
- Entre... já está licenciado!...

segunda-feira, julho 09, 2012

UNIVERSIDADE LUSÓFONA... e "outras-que-tais"...

Exmo. Senhor Reitor,

 Foi com grande satisfação que soube que a Universidade Lusófona conferiu uma licenciatura em Ciência Política ao Dr. Miguel Relvas em apenas 14 meses, re...conhecendo dessa forma a sua elevada estatura intelectual.
 Sempre sonhei com o alargamento das Novas Oportunidades ao Ensino Superior e fiquei muito feliz por terem dado o devido valor à cadeira de Direito que o senhor ministro fez há 27 anos com nota 10.
Depois, naturalmente, o processo foi "encurtado por equivalências reconhecidas" (palavras do Dr. Relvas), após análise do seu magnífico currículo profissional.

 É dentro desse mesmo espírito que vinha agora solicitar igual tratamento para a minha pessoa.
Embora seja licenciado pela Universidade Nova com uns simpáticos 17 valores, a verdade é que o curso levou-me quatro anos a concluir e o Jornalismo anda pela hora da morte.

 Nesse sentido, e após análise da oferta disponível no site da universidade, venho por este meio requerer a atribuição do grau de licenciado em:
- Animação Digital (tenho visto muitos desenhos animados com os meus filhos).
- Ciência das Religiões (às vezes vou à missa).
- Ciências Aeronáuticas (já viajei muito de avião).
- Ciências da Nutrição (como imensa fruta).
- Direito (fui duas vezes processado).
- Economia (sustento uma família numerosa).
- Fotografia (tiro sempre nas férias).
- Turismo (visitei 15 países).

Já agora, se a Universidade Lusófona vier a ministrar Medicina, não se esqueça de mim. A minha mulher é médica, e tendo em conta que eu durmo com ela há mais de dez anos, estou certo de que em seis meses posso perfeitamente ser doutor.

 Respeitosamente,
João Miguel Tavares

terça-feira, julho 03, 2012

A UNIÃO EUROPEIA É UMA COISA BOA...

E é mesmo...
Estamos TODOS UNIDOS...
CADA UM PARA SEU LADO!!!

quarta-feira, junho 13, 2012

FRASE DE 1920 ...actual!

Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa:

"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada;

quando comprovar que o dinheiro flui para quem negoceia não com bens, mas com favores;
quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;

quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício;
Então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada".

quinta-feira, junho 07, 2012

Dá que pensar...

Na Europa, cada manifestação do "orgulho Gay" contou, em média, com 100.000 pessoas.

Cada manifestação contra a Corrupção teve, em média, cerca de 2.500 pessoas!


Estatisticamente, fica provado que há mais gente a lutar pelo direito de levar no cu...
do que a lutar para não ser enrabado.

É o que temos...

domingo, maio 20, 2012

domingo, abril 29, 2012

O "CASO" BPN...

Se levarem a investigação desta fraude-nacional bem a fundo
(o que não deve interessar por "motivos óbvios"...)...
aposto que a mesma irá "apanhar" o PRESIDENTE DA REPÚBLICA...
Mas... isto sou eu a... "divagar"...!

domingo, março 11, 2012

Declaração de IRS de 2012


Na vossa declaração de rendimentos de 2012,
não esquecer de indicar o nome dos membros dos Governos,
do Parlamento e dos gestores das Empresas Públicas...
na rubrica: "Pessoas a cargo"...
(In Mário Casa-Nova Martins")

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

sexta-feira, janeiro 27, 2012

A falta de trabalho também mata, sabiam?!!!

"Trabalho matou 1.633 operários na última década". O título é dado assim, de chofre, pelo JN, e é assim mesmo que estas notícias devem ser dadas, sem nariz-de-cera nem paninhos quentes.
O jornal de Joaquim Oliveira acrescenta ainda que, alargando os dados a 2001, o ano mais antigo constante da página na Internet da Autoridade para as Condições no Trabalho, o número das vítimas mortais sobe então para 1.913 pessoas.
E se juntarmos os seis trabalhadores que perderam a vida esta semana, três deles ontem, nas obras da barragem do Tua, estamos já nas 1.919 mortes no trabalho, conclui o periódico. São números brutais.
Números de tragédia e subdesenvolvimento.
E fica-nos na cabeça uma ideia terrível: o trabalho mata...
Mas a falta de trabalho também mata, sabiam? E eu, pela minha parte, gostava de saber: o desemprego quantos portugueses matou na última década?
Ou então, para simplificarmos a tarefa de quem o quiser averiguar, fiquemo-nos pelo seguinte: quantos trabalhadores morreram de despedimento e desemprego, digamos, nos últimos cinco anos?
Ora aqui está, parece-me, outro interessante tema jornalístico para o JN pegar, se o dono deixar.

In: http://tarrenego.blogspot.com/

Foto de "família"...


e... não foi tirada na Sicília...!

terça-feira, dezembro 27, 2011

Os "entendidos" dizem que...

Não temos um 1º ministro que foi eleito para defender o povo português:
O que nós temos é um gerente de um ciclo de falências!!!

Se estamos apenas a fazer o que a «troika» quer...

...Para que precisamos deste governo?!!!

37 anos depois...

quinta-feira, novembro 10, 2011

PJ deteve esta manhã um indivíduo suspeito da prática de não pedir facturas

A Polícia Judiciária deteve esta manhã em Lisboa, em flagrante delito, um indivíduo que é suspeito da prática de não pedir facturas.
O indivíduo é considerado muito perigoso para as Finanças e já está em prisão preventiva.
Pouco passava das nove da manhã quando o suspeito foi agarrado à saída de um café onde tomou uma bica e de onde se preparava para sair sem pedir factura.
O suspeito estava a ser vigiado há bastantes meses, mas ainda não tinha sido possível detê-lo, porque muitas vezes ficava com o recibo ou com o talão, o que prejudicou a investigação.
Esta manhã, no entanto, o suspeito abandonou a pastelaria Fofinho Doce sem factura, nem recibo nem talão, tendo sido imediatamente detido e presente ao Juiz, que determinou a prisão preventiva», explica a PJ em comunicado.

Segundo o "Imprensa Falsa" conseguiu apurar, o suspeito já é conhecido das autoridades pela prática do mesmo crime em diversas ocasiões.
«Só na semana passada, acreditamos que o suspeito não pediu 3 facturas, nomeadamente no mesmo café onde hoje foi detido, num estabelecimento de diversão nocturna e numa bomba de combustível», afirma o chefe da polícia.

Quem não ganhou para o susto, foi o proprietário do café, que viu a vida a passar-lhe à frente quando o indivíduo puxou de uma arma de fogo para recusar a factura, apesar do proprietário Sr. Fernando lhe dizer “mas tem de ser, senhor, tem de levar a factura, são as regras, devido à evasão”, só que ele tornou-se cada vez mais violento com a arma. Foi então que o Sr Fernando percebeu que tinha de fazer o que ele queria «e não facturou a bica».
Relata o sr. Fernando, que já é a segunda vez esta semana que não querem factura, «e que para isto, mais vale fechar as portas».

sábado, outubro 22, 2011

Abolição de Feriados (OE para 2012):

O primeiro feriado a ser anulado deverá ser o 25 de Dezembro, pois sem o respectivo subsídio não faz sentido comemorar tristezas!

Depois o 1 de Maio, porque também não faz sentido, uma vez que estamos praticamente com a maioria dos trabalhadores no desemprego!

O 25 de Abril deve ser só considerado tolerância de ponto entre as 00H00 e as 6H00 da manhã, para os trabalhadores diurnos e entre as 12 e 18h para os nocturnos!

O 10 de Junho deve ser eliminado, uma vez que quem manda nisto é a troika!

Mas... devemos manter-nos inflexíveis na defesa do 1 de Novembro, pois... sendo o dia dos mortos, deverá passar a "dia de portugal"!
---------------------------------------------
Orlando Castro
Jornalista (CP 925)
A força da razão acima da razão da força
http://www.altohama.blogspot.com/

domingo, outubro 16, 2011

Eu já sabia... eu já sabia que a MERDA ia dar no mesmo!!!

Ao contrário dos desenhos dos "Passatempos"... aqui não há diferenças para encontrar!!!

quinta-feira, outubro 13, 2011

Cocktail Molotov...

... É uma garrafa quebrável, contendo uma substância inflamável, como gasolina ou um napalm mistura-like, com uma fonte de ignição: um pano queimando o pavio mantido dentro, preso por uma rolha no gargalo da garrafa.
O pavio é normalmente embebido em álcool, querosene ou gasolina.



Cocktail Molotov
Materiais:
-Gasolina, óleo de motor, álcool, querosene
-Garrafa de vidro
-Rolha
-Pavio

Como preparar:
1-Enche metade da garrafa com gasolina e junta um pouco de óleo de motor.
2-Põe metade do pavio dentro e metade fora da garrafa.
3-Mete a rolha de modo a que ela aperte o pavio no gargalo.
4-Pega fogo ao pavio, até pegar bem.
5-Atira a garrafa para bem longe de ti... (dos fracos não reza a história)...

sábado, outubro 01, 2011

Padre Cândido, de Vizela...

A TV deu esta notícia incrível:
padre Cândido Magalhães, de Vizela... perdeu o seu telemóvel.
Telemóvel onde tinha todos os apontamentos religiosos: registos de casamentos, baptizados (eu sei lá que mais) daquela paróquia.
O Padre Cândido não tinha os seus registos em livro, como manda a lógica do bom-senso.
Tinha-os no seu telemóvel particular. Talvez... para não perder tempo. Talvez... ele precise dele (do tempo) para outras coisas... 
Vai daí, o padre Cândido, pediu à rádio e imprensa locais para lançarem apelo a todos aqueles que tivessem processos, para serem resolvidos por ele (ou tratados), apareceram na sacristia...
Segundo o padre Cândido Magalhães, sorridente à entrevista da TV, «já tudo está resolvido, porque os interessados ouviram os apelos»...
Estas coisas acontecem à Igreja Católica!!!
Só os católicos aparam estes golpes...
Não acontecem em mais Igreja alguma...
É por causa destes padrecos que a Igreja Católica passa  vexames...
Eu não considero "isto" um padre. Deus me livre e guarde!!!
A estes, se eu pudesse, excomungava-os. Na hora!
Ó padre cândido magalhães:  VÁ PARA O DIABO!!!

sexta-feira, setembro 30, 2011

Cavaco Silva, continua a gozar com a chipala dos portugueses. Até parece que só agora chegou à política “made in Portugal”.

Sempre que fala ao país, directa ou indirectamente, Cavaco Silva sacode a água do capote e continua (como se, para além de presidente da República, não andasse há um monte de anos na política portuguesa e sempre nos areópagos do poder) a esquecer-se de que quem não vive para servir não serve para viver.

"Eu disse que se devia ter em conta o limite que se pode exigir ao cidadão comum" e é relativamente a esses "que nós temos que pensar como, neste tempo de dificuldades, assegurar uma vida digna", diz o presidente.

O presidente da República defendeu, também, um "debate aprofundado" e "com muito bom senso" na Assembleia da República (AR) em matéria fiscal e de justiça fiscal, para evitar "erros" prejudiciais ao país.

"A competência exclusiva em matéria fiscal cabe à AR e o que eu aconselharia é que, nesse domínio, se faça um debate aprofundado, com muito bom senso, tendo presente todas as consequências para o desenvolvimento futuro do nosso país", disse.

O chefe de Estado lembrou que, "às vezes" se cometem "erros", como "já aconteceu noutros países no domínio fiscal", os quais "têm consequências muito negativas para o futuro do país, prejudicando as possibilidades de aproximação aos níveis de desenvolvimento da União Europeia".

Será que os portugueses se recordam que o mesmo Cavaco Silva afirmou que o mal da economia portuguesa estava nas finanças públicas, mas que o "medo" dos políticos dificulta a sua correcção, malgrado defender um quase poder de veto para o ministro das Finanças?

Recordam-se que o também ex-líder do PSD e ex-primeiro-ministro considerava, em Março… de 2002, que Portugal tinha no máximo um ano e meio para inverter a tendência de degradação da situação económica?

Para o também economista, professor universitário e presidente da República, seria, contudo, "muito complicado" para o Governo resolver "o problema mais grave" que afecta a economia portuguesa: a crise nas finanças públicas. Recordam-se?

Será que também se recordam de ele ter dito que “os políticos, como pessoas normais que são, têm medo, e será precisa muita coragem política para adoptar políticas necessárias, mas cuja viabilidade política é duvidosa"?

Ou que Cavaco Silva dizia que a solução passava, necessariamente, por "reforçar os poderes do ministro das Finanças", que devia contar com o apoio incondicional do primeiro-ministro e dispor "de um poder quase de veto sobre os restantes ministérios"?

Recordam-se que também foi ele quem afirmou que o objectivo era assegurar a concretização de medidas que se antevêem impopulares, como as reformas da saúde - apostando na gestão privada dos hospitais públicos - e educação, a extinção de alguns serviços públicos, a contenção nas transferências para as autarquias, o equilíbrio das contas externas e o assegurar de "disciplina" nas empresas públicas?

Ou que era necessário acompanhar "quase à semana o endividamento de determinadas empresas públicas, nomeadamente no sector dos transportes e do audiovisual”?

Recordam-se ainda que Cavaco Silva defendia, quanto à evasão e fraude fiscais, como única solução viável "um claro levantamento do sigilo bancário" sustentando que, mesmo face ao risco de fuga de capitais, "em situação de crise" esta medida se impõe?

E então, se Cavaco Silva afirmava tudo isto há mais de 9 anos, é caso para perguntar, para voltar a perguntar, para nunca deixar de perguntar, o que tem andado Cavaco Silva a fazer pelo menos desde Março de 2002, para além de gozar com a miséria dos outros?

sexta-feira, agosto 12, 2011

Estão mesmo a pôr-se a jeito...

 
b
O ministro das Finanças de Portugal afirmou hoje que o aumento do IVA na electricidade e no gás, bem como o pagamento do imposto extraordinário equivalente a 50% do subsídio de Natal "resolvem metade do desvio" orçamental.
 
Vítor Gaspar descobriu a Pedra Filosofal. Não aquela que supostamente aproxima os homens de Deus, não o elixir de uma vida longa ou da imortalidade, mas aquela do António Gedeão que nos conta que “eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, que sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança”.
 
Se calhar, reconheço, Vítor Gaspar aproxima-se mais de Zeca Afonso quando este diz: “No céu cinzento, sob o astro mudo, batendo as asas, pela noite calada, vêm em bandos, com pés de veludo, chupar o sangue fresco da manada”.
 
Seja como for, Vítor Gaspar afirma que a arma secreta deste governo, que dá pelo nome de aumento de impostos, no caso de hoje que altera o valor do IVA cobrado no gás natural e na electricidade de 6% para 23%, se justifica porque o Governo encontrou um buraco de dois mil milhões de euros, equivalente a 1,1 pontos percentuais do PIB.
 
A ser verdade, e será com certeza, o Governo tem legitimidade para pôr os portugueses de pernas para o ar, sacudindo-os na ânsia insana de roubar todos os cêntimos.
 
Pergunta-se: Não terão os portugueses, pelas mesmas razões (desde logo porque não foram eles que criaram esse e muitos outros buracos), legitimidade para sair às ruas e pelos meios possíveis correr com um governo que os está a espoliar?
 
Questionado sobre se o Governo prevê um novo aumento de impostos para 2012, Vítor Gaspar admitiu que tal irá acontecer.
 
"Sim, (o aumento de alguns impostos) está previsto no programa e irão executar-se de acordo com o calendário previsto por razões de consolidação orçamental" cujo valor estimado é de 410 milhões de euros, conforme consta do memorando de entendimento entre o Governo e a 'troika'.
 
Será que não estão criadas as condições para que os portugueses espoliados avancem com um processo judicial contra este e os anteriores governos por negligência grave durante os respectivos mandatos?
Em Setembro de 2010, o parlamento islandês decidiu processar por "negligência" o antigo chefe do Governo, Geeir Haarde, que liderava o país na altura em que o sistema financeiro islandês entrou em colapso, em Outubro de 2008.
 
A caminho de ultrapassar os 800 mil desempregados, com 20% dos cidadãos a viver na miséria e às escuras e outros tantos que começam a ter saudades de uma... refeição, Portugal poderia adoptar já igual procedimento em relação a Pedro Passos Coelho e todos os seus super-ministros, (quase) todos eles sublimes exemplos da impunidade reinante.
 
Pedro Passos Coelho, a não ser que pague direitos de autor, não poderá dizer que “está para nascer um primeiro-ministro que faça melhor do que eu". Mas pode, com certeza, adoptar uma que diga “está para nascer um primeiro-ministro que tão rapidamente tenha posto os portugueses a viver sem comer”.
 
Como matéria de facto para um eventual processo judicial contra o actual primeiro-ministro acrescente-se que, quando todos julgavam (também foi o meu caso, reconheço) que José Sócrates tinha levado o país a bater no fundo, aparece Pedro Passos Coelho e a sua super-equipa a provar que, afinal, ainda é possível afundar um pouco mais.
--
Orlando Castro
Jornalista (CP 925)
A força da razão acima da razão da força
http://www.altohama.blogspot.com
http://www.artoliterama.blogspot.com

quarta-feira, agosto 03, 2011

Quo vadis, portugal?!!!

Há 36 anos que portugal é um "Paraíso Triste" para a maioria dos portugueses...

O governo (?) PSD...

O esforço que este "governo" está a fazer para fingir que é diferente do anterior...

Estão a por-se a jeito!!!


terça-feira, julho 26, 2011

Yankes Filhos-da-Puta?!!! (como sempre o foram)...


Não há fumo sem fogo...
----------------------------
Não sei é se algum dia chegaremos de facto a conhecer a verdade.
O que os americanos não são capazes de fazer para esconder a fraudeque é a sua economia.
Na manhã de 14 Maio, o dia em que foi preso, Dominique Strauss-Kahn(DSK) tinha sido aconselhado pelos serviços secretos franceses (DGSE)a abandonar os EUA e regressar rapidamente à Europa, descartando-se dotelemóvel para evitar que pudesse ser localizado.
A delicadeza dainformação secreta que lhe tinha sido entregue por agentes "d...elatores" da CIA justificava tal precaução.
Strauss-Kahn tinha viajado para os Estados Unidos para clarificar as razões que levavam os norte-americanos a protelar continuamente opagamento devido ao FMI de quase 200 toneladas de ouro.
A dívida, compagamento acordado há vários anos, advém de ajustes no sistemamonetário - "Special Drawing Rights" (SDR's).
As preocupações do FMI sobre o pagamento norte-americano ter-se-iamavolumado recentemente. Nesta viagem Strauss-Kahn estaria na posse deinformação relevante que indiciava que o ouro em questão já não existenos cofres fortes de Fort Knox nem no NY Federal Reserve Bank.
Mas Strauss-Kahn terá cometido um erro fatal: ligou para o hotel, já da plataforma de embarque, pedindo que o telefone lhe fosse enviado para Paris, o que permitiu aos serviços secretos americanos agir nosúltimos minutos.
O resto dos factos são do conhecimento público.Já em prisão domiciliária, em Nova Iorque, DSK terá pedido ajuda aoseu amigo Mahmoud Abdel Salam Omar, um influente banqueiro egípcio.
Era muito importante, para fundamento da defesa, que o egípcio lheconseguisse obter a informação privilegiada sobre a "mentira" do ouro, que DSK tinha deixado "voar" em NY, para justificar a teoria daperseguição.
No entanto a intervenção voluntariosa do banqueiroegípcio saiu gorada.
Dias depois Salam Omar foi igualmente preso nos Estados Unidos, também ele acusado de assédio sexual a uma empregadade hotel.
Relatórios de diferentes serviços secretos internacionaisconvergem na conclusão: os factos que motivaram a prisão do egípciosão altamente improváveis, Salam Omar é um muçulmano convicto e um homem com 74 anos de idade.
A inversão de sentido na história da suite do Sofitel de NY começava aqui a ganhar consistência e outros factos viriam ajudar.
Em Outubro de 2009, Pequim terá recebido dos EUA cerca de 60 toneladasde ouro, num pagamento devido pelos americanos aos chineses, como acerto de contas no balanço de comércio externo.
Com a entrega, Pequim testou a genuinidade do ouro recebido tendoconcluído que se tratava de "ouro falso".
Eram barras de tungsténiorevestido a cobertura de ouro.
As 5.700 barras falsas estavamdevidamente identificadas com chancela e número de série indicando aorigem - Fort Knox, USA.
O congressista Ron Paul, candidato às eleições presidenciais de 2012, solicitou no final do ano passado uma auditoria à veracidade das reservas do ouro federal que foi rejeitada pela administração Obama.
Numa entrevista recente, questionado sobre a possibilidade de terdesaparecido o ouro federal de fort Knox, o congressista Ron Paulgelou os interlocutores respondendo liminarmente:
"É bem provável!"
À "boca fechada" têm vindo, aqui e ali, a escapar informações, a avolumar-se incertezas sobre as reservas de ouro norte-americanas.
Mas as notícias referentes aos fortes indícios que de o ouro seja apenas virtual têm colhido uma tímida atenção na comunicação social americana.
A "verdadeira história" por detrás da prisão de DSK, agora pública,consta de um relatório secreto preparado pelos serviços de segurança russos (FSB) para o primeiro-ministro Vladimir Putin.
Talvez por isso Putin tenha sido o primeiro lider mundial a assumir publicamente a ideia de que DSK terá sido "vítima de uma enorme conspiração americana".
Estes factos, a confirmarem-se, em nada ilibam DSK na suspeição que sobre si recai do eventual crime de assédio sexual a uma empregada dohotel mas, quem sabe, essa possa revelar-se como a pequena e ingénua ponta de um grande iceberg.
A ser verdade, os serviços secretos norte-americanos, seguramente bem informados, terão sabido tirar partido das fraquezas do inimigo-alvo, aniquilando-o com eficácia cirúrgica - um pequeno crime de costumes,tão ao gosto do imaginário popular, pode bem ter contribuindo para abafar crimes de contornos bem mais sérios, por eliminação de testemunha ou de prova.

Entretanto DSK prepara activamente a defesa em tribunal arregimentando já um verdadeiro "crack team" de ex-espiões da CIA, investigadores, detectives e media advisors.

segunda-feira, julho 25, 2011

Porque não comentam... "isto"?!!!

...ou será que a fatiota do rapaz compromete muita gente?!!!

sábado, julho 23, 2011

Assalto pirata ao navio "ANGOCHE": - 23 Abril 1971


- assaltado há 42 Anos

Apr 4, '11 7:46 AM
by Fernando for everyone
No dia 23 de Abril de 1971 - vai fazer 42 anos no fim deste mês - o navio "Angoche" foi assaltado em alto mar, na costa de Moçambique, quando ia em viagem para o Norte.

Os 22 tripulantes foram levados para a Tanzânia e assassinados em Nachingwea, uma base da Frelimo.

Supõe-se que o assalto tenha sido feito por meios navais soviéticos, talvez um submarino e foram encontradas manchas de sangue no navio, o que prova que foi usada violência contra os tripulantes.
O jornal "Notícias" de Lourenço Marques foi impedido pela Comissão de Censura de divulgar qualquer informação, o mesmo acontecendo com os jornais de Lisboa.

O jornal "Star" de Joanesburgo, que era vendido na esquina do "Continental", em Lourenço Marques, começou a referir-se ao assunto a partir da última semana desse mês de Abril de 1971. As informações eram poucas e as suposições eram muitas. "Diz-se", "fala-se", "supõe-se"...
O mesmo acontecia com a Rádio Brazaville e a Rádio RSA de Joanesburgo, que transmitiam em português. Ou com as emissões em inglês da BBC e da Voz da América. Todas escutadas por mim em Onda Curta.
Nunca ouvi a Rádio Moscovo e a "Voz da Frelimo" (através da Rádio Tanzânia) referirem-se ao assunto em Abril/Maio de 1971, apesar de eu as escutar todos os dias para o efeito.
Ainda hoje permanece o mistério sobre o que teria acontecido aos tripulantes e a um provável passageiro (chamava-se José António e era "patrão de rebocadores", comandando o leme do barco que fazia diariamente a travessia Lumbo / Ilha de Moçambique), que viajavam a bordo do navio "Angoche".

Só 3 dias depois, a 26 de Abril de 1971, o navio foi abordado pelas autoridades portuguesas, pelo que houve quem se interrogasse em Moçambique se não teria sido tempo demais para dar pela falta de um navio daquele tamanho e com uma carga daquela natureza.
Usou-se o clásico raciocínio do "Motivo, Meios e Oportunidade" para tentar peceber o que se tinha passado:
- Motivo e Oportunidade: a Frelimo e a União Soviética, porque o "Angoche" transportava material de guerra;
- Meios: apenas a União Soviética, porque a Frelimo não tinha meios navais para um assalto em alto-mar.
Por motivos óbvios estratégicos e porque um acto de pirataria contra um navio mercante civil não honra particularmente quem o pratica, a URSS nunca falou no assunto.

Três anos depois, com o golpe militar de 25 de Abril em Lisboa, desapareceu o relatório secreto sobre o assunto.

Assim se passaram 41 anos sem que a opinião pública tivesse tido o direito de saber o que se passou.


Haverá pessoas daquele tempo que sabem o que aconteceu ou que tiveram acesso ao relatório.

É tempo de quebrarem o silêncio!!!


Afinal, "era" engano...

Os pobres é que vão pagar a crise!!!

"Vítimas" do próprio veneno...

Querem o Assis?

Querem o Seguro?

-------------------

Queixas de vigarice no acto eleitoral do PS...

Quem se poderá admirar que isto aconteça no partido que tem sido:

O campeão da vigarice, da mentira, da corrupção, do favorecimento, do branqueamento, e tudo quanto tem havido de mais tenebroso na sociedade portuguesa???

sexta-feira, julho 15, 2011

A Agricultura tem 10.500 funcionários!!!

- Para quê?!!!

Muita "Crista" e... pouca "uva"...



Francamente, portugueses...

Isto é mesmo brincar aos des...Governos!!!

Uma ministra que tem de falar sobre a nossa AGRICULTURA e sobre as nossas PESCAS... está preocupada com as...

GRAVATAS e AR CONDICIONADO...

Assim não vamos lá...

Não será melhor, para o bem deste país e deste povo...

FECHAREM A LOJA DE VEZ?!!!



sábado, julho 09, 2011

Depois de todos estes "sacrifícios"... mais aqueles que nos vão exigir...

Não servirá de nada...
Preparem-se para sair do Euro!!!
----------------------------------------------------------------
As agências de rating têm razão... nós é que estamos rodeados de... "branqueadores"!!!

Não adianta discutir o aborto agora:

- Os políticos já nasceram!...

segunda-feira, junho 27, 2011

Uma justiça iníqua



Em Março de 2010, um jovem de 17 anos assassinou a frio o pai da namorada, alegadamente, por a vítima, de 51 anos, bater na filha e se opor ao namoro.

O crime teve lugar em Santo Antóniodos Cavaleiros e foi consumado na via pública, com dois tiros de caçadeira, quando a vítima se encontrava acompanhado de um filho de cinco anos de idade.

Aparentemente tratou-se de um homicídio qualificado (punível com uma pena de 12 a 25 anos de prisão), praticado com frieza de ânimo e com reflexão sobre os meios empregados, pois o seu autor comprara a arma com o propósito de o levar a cabo.
Apesar disso, o arguido nem sequer ficou preso preventivamente, pois o juiz de instrução mandou-o para casa, com pulseira electrónica.

O julgamento realizou-se em Fevereiro deste ano, tendo o arguido sido condenado numa pena de 7 anos de prisão, inferior até ao mínimo legalmente previsto para o homicídio simples que é de 8 a 16 anos.

O assassino foi defendido por um dos melhores advogados portugueses e beneficiou de todas as atenuantes e mais algumas, enquanto a vítima quase foi tratada como sendo um facínora, apesar de trabalhar há 30 anos na mesma empresa e ser considerado pelos amigos como uma pessoa excelente que nunca tivera problemas com ninguém.

Aliás, no seu funeral, os colegas de trabalho deixaram uma mensagem num cartão em que se podia ler: «Foste um exemplo de vida para todos nós».
No momento em que escrevo esta crónica não sei se a sentença já transitou em julgado, pois ignoro se houve recurso, mas sei que quanto mais a sentença demorar a transitar em julgado, mais tempo o arguido ficará em casa com a pulseira electrónica e menos tempo ficará na prisão, pois essa medida de coacção é descontada por inteiro no cumprimento da pena.

Sei também que o assassino é filho de um juiz desembargador e de uma magistrada do Ministério Público e que a vítima era um imigrante africano natural da Guiné-Bissau.
E se evoco, aqui e agora, este caso é por três razões fundamentais.
A primeira, é para realçar que um crime pode atingir qualquer família.

Perante a notícia de um crime, todos nos colocamos no lugar da vítima e, implacáveis, logo condenamos o seu autor.

Esquecemo-nos, porém, que um crime envolve quase sempre duas tragédias: a da família da vítima (que, neste caso, perdeu um pai, marido e irmão), mas também a do autor do crime, cujos pais carregarão para sempre um estigma tão infamante.

Por isso, todos devíamos ser mais comedidos quando se trata de julgar os (filhos dos) outros e, sobretudo, não sermos tão precipitados nas condenações.
A segunda razão é para salientar que este caso quase foi ignorado pela comunicação social, nomeadamente, pelas televisões, as mesmas que nos últimos dias têm procedido a um verdadeiro linchamento de carácter de duas menores comparticipantes num crime de muito menor gravidade.

Refiro-me às duas raparigas de 15 e 16 anos de idade que agrediram com pontapés no corpo e na cabeça outra menor de 13 anos.

O filme dessa agressão foi transmitido dezenas de vezes por todos os canais de televisão sem qualquer respeito pelas referências éticas que balizam o direito de informar e que no caso se impunha de forma acrescida, devido à idade das envolvidas.

Durante dias, as televisões, tendo como único critério o mais sórdido sensacionalismo, exploraram ad nauseam os sentimentos mais justiceiros das pessoas, criando um alarme social absolutamente desproporcionado em relação à gravidade do crime em causa (ofensa à integridade física qualificada), o qual é punido com a pena de um mês a quatro anos de prisão).

Sublinhe-se que o crime de ofensas graves é punido com uma pena de 2 a 10 anos de prisão, a qual, em certos casos, pode ser elevada em mais um terço.
Finalmente, para, mais uma vez, denunciar a iniquidade do nosso sistema judicial, duro e impiedoso com os pobres e clemente e obsequioso com os poderosos.
O autor confesso de um crime punível com uma pena de 12 a 25 anos de prisão, beneficiando de todas as atenuantes possíveis e imaginárias, vai para casa com pulseira electrónica e aguarda o julgamento na companhia dos pais que são magistrados, enquanto a autora de um crime punível com uma pena de um mês a 4 anos de prisão, com 16 anos, sem antecedentes criminais, fica em prisão preventiva sem qualquer contemplação.
Felizmente, a situação já foi parcialmente corrigida, mas isso não invalida o terror que nos inspira um sistema de justiça tão iníquo, em cujos tribunais prevalece mais o arbítrio das vontades pessoais dos juízes do que a certeza jurídica das leis da República.






segunda-feira, junho 06, 2011

Que Putas de "sondagens" eram estas?!!!

Davam "empates" técnicos até 6ª feira...


Quem as "pagava"?

Quem as encomendava?

Quem controlava esta imprensa de sarjeta?!!!

E agora?... (muitos destes "meninos")... irão despedir mais pessoal por falta de verba?!!!

sábado, junho 04, 2011