quinta-feira, junho 04, 2009

Tribunais? -E... onde pára a justiça?!!!

-Quem vos deve é o Banco.
Se foram burlados vão para os tribunais!

Foi esta a resposta do ministro das Finanças aos clientes vigarizados pelo BPP.
......
Num País a sério, com um povo a sério, este ministro teria ganho ali, na porta daquele hotel... um excelente "epitáfio"...

2 comentários:

NUNO RAMOS disse...

Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

http://armazemleonino.blogspot.com

para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc... visite!

Anónimo disse...

Meu caro amigo,

confesso que quanto a este assunto, estou dividido,... ou nem por isso!

Os clientes do BPP - pelo menos a maioria deles - sabiam que ao investir o dinheiro no BPP do Rendeiro, estavam a investir em APLICAÇÕES DE ALTO RISCO!

Enquanto as coisas correram bem, ninguém se queixou!

Quem conhece os meandros da Bolsa, sabe que, em condições normais, os rendimentos que se podem retirar do investimento em acções (nas acções certas!) é muito superior - e mais imediata - ao rendimento de qualquer outra aplicação financeira. MAS É ARRISCADO!

Durante alguns anos, quando mudei de profissão para DESEMPREGADO, como não tinha mais nada que fazer e tinha algum dinheiro disponível, vivi da BOLSA. E não me posso queixar! Umas vezes ganhava, outras vezes perdia (como por exemplo, quando o Eduardo Catroga resolveu fazer uma "interpretação autêntica" para entregar o Totta ao "Champas"); mas dava-me muito gozo e algum lucro!

O que se está a passar com estes investidores, perdão CLIENTES, do BPP, aconteceu muitas vezes comigo. PERDI! Só que não me passou pela cabeça ir ter com o ministro das Finanças, para exigir que devolvesse o dinheiro - nem no caso que acima mencionei em que foi, exactamente, o dito ministro o responsável pelos meus prejuízos!

Acredito que, alguns dos tais CLIENTES (uma minoria!), não teria a real noção dos riscos que corria. Tenho pena deles! Mas não posso ignorar que há pessoas que se sentam numa rocha a admirar a beleza do mar e, de repente, vem uma onda e... era uma vez!

Só para ter uma ideia, ainda tenho umas (graças a Deus, poucas!) acções do Banque Generale du Luxembourg, que entretanto foi comprado pelo Banco Fortis, que entretanto foi "parcialmente nacionalizado" pelo governos holandês e belga, para não ir à falência. Essas acções valiam, DURANTE VÁRIOS ANOS, mais de €20.00; hoje fecharam a €2.56, mas já valeram, há poucos meses, menos de €0,50. Ninguém me informou que o Banco Fortis (onde o BCP tem uma significativa aplicação!) estava "contaminado com produtos tóxicos" (o que estes gajos inventam para não acusarem os banqueiros de VIGARISTAS!). Eu nunca comprei acções Fortis - as minhas acções eram do BGL que, se calhar, nem tinha os tais "produtos tóxicos".

A QUEM É QUE EU ME DEVO IR QUEIXAR?

Quem anda à chuva,... molha-se! A menos que tenha um guarda-chuva e uma gabardine; isto é, DESDE QUE TOME AS DEVIDAS PERCAUÇÕES!

Tenho muita pena dos clientes do BPP! Mas, na minha opinião, nem eles são as "vítimas" que nos são apresentadas, insistentemente pelas televisões, nem o Rendeiro é o vigarista como o SENHOR MINISTRO afirmou ser, para desviar as atenções dos VERDADEIROS VIGARISTAS - OS MEMBROS DESTE E DOS OUTROS GOVERNOS!

Se as bolsas não tivessem caído a pique, todos estavam felizes, TODOS ESTAVAM A GANHAR! Como? Não interessa!

Um abraço!

GPS