sexta-feira, maio 25, 2007

Em defesa de Mário Lino

Mário Lino declarou ontem, num debate organizado pela Ordem dos Economistas, que "fazer um aeroporto na margem sul seria um projecto megalómano e faraónico, porque, além das questões ambientais, não há gente, não há hospitais, não há escolas, não há hotéis, não há comércio, pelo que seria preciso levar para lá milhões de pessoas . "jaméééééé! Jamééééééééé! Jamééééééééééé!
..............
É preciso compreender que Mário Lino pode estar doente.
E os seus inimigos e mal-dizentes desconhecerem o mal do qual padece.
Mas é provável que o ministro com cara de merceeiro (tenho tanto respeito pelos merceeiros, que até acho que todos eles deviam ser ministros)... esteja com a caixa dos pirolitos avariada.
Ou gripada, quem sabe?!
É bem possível que devido ao sol que ultimamente apanhou, os miolos tenham ficado em estado líquido, ou então... secaram devido à temperatura ambiental.
É um facto que Mário Lino nunca esteve internado... nem foi visto a sair de nenhum consultório de psiquiatria.
Nunca foi apanhado em nenhuma consulta no Júlio de Matos nem no Hospital Miguel Bombarda.
Também a malta do Porto nunca o viu entrar no Hospital do Conde de Ferreira.
Mas... há quem diga que ele é frequentador assíduo do maior manicómio nacional...
Fica ali para os lados do Largo do Rato!!!






3 comentários:

antonio disse...

Vejo-me forçado a vir em defesa de Mário Lino: um homem solidário, um amigão!

Com efeito, Nário Lino esforça-se por demonstrar que um engenheiro licenciado e inscrito na ordem pode ser tão incapaz como alguém que estudou numa universidade de segunda e não vê o seu curso reconhecido pela Ordem.

O homem pretende ajudar um amigo e isso é louvável!

Camilo disse...

Ai, António, António...
Tal como o Manuel Pinho na China?!...
Sabe o que lhe digo, amigo António, esta gajada, perdão, esta "vara de incompetentes" estão a acabar com a classe média portuguesa.
Temos que "ir para a rua" mas de pau e catana nas mãos.
Só assim!!!

antonio disse...

Bem, sem o Mário Lino e o Manuel Pinho o país fica surumbático.

Mas está na hora de acabar com este choradinho do "tem que ser e não há alternativa".

Troquemos links, vou incluir-te no meu blog.