quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Carnaval em português

Não vi sátira à justiça;
Não vi sátira à pedofilia portuguesa;
Não vi sátira à Bragaparques;
Não vi sátira a indultos a criminosos;
Não vi sátira sobre as indemnizações da Refer sobre demissões nem sobre as mesmas admissões...
Só vi banalidades. Déjà vu... e merda!
Decididamente, os portugueses não sabem gozar com a situação...
Gostam é de ser gozados.
E andam felizes e contentes.

1 comentário:

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com